Buscar

Tudo o que você precisa saber sobre Marrakech

Atualizado: 14 de mar.

Marrakech é uma das cidades mais procuradas por turistas que resolvem passar um tempo no Marrocos e, por isso, recebemos muitas perguntas sobre esse lugar. O que fazer? Como é o clima? Que roupas usar?


Pensando nisso, montamos essas 24 dicas sobre Marrakech que podem ser de grande ajuda se você estiver pensando em fazer as malas para passar uma temporada de férias. Depois de lê-las, você se sentirá bem mais preparado para curtir uma das cidades mais incríveis e inusitadas do mundo!


  1. Marrakech pode ser uma cidade turística, mas ainda é uma das mais tradicionais do país. Se você passou por outras cidades como Casablanca e Rabat, que são os centros econômicos e políticos do país, pode estranhar a diferença: enquanto nas duas últimas é normal encontrar mulheres marroquinas com saias e vestidos mais curtos ou sem as tradicionais burcas e djellabas, em Marrakech o cenário é outro. Mesmo quem não usa as roupas tradicionais não deixa partes do corpo à mostra, escolhendo blusas e calças compridas. Esse tradicionalismo pode ser encontrado também no comportamento e nas chamas para orações, que são ouvidas por toda a cidade.

  2. Se você quer parecer chique, pode tirar o Louboutin da mala e substituir por uma Havaianas. Homens e mulheres usam chinelos (tanto os de borracha quanto os de couro) em qualquer ocasião, inclusive combinados com roupas sociais.

  3. Está negociando valores na medina? É só falar “Je suis Marrakechi, j’ habite ici” e se preparar pra pechincha! Nada dá mais orgulho aos locais do que falar que você é um Marrakechi. Mas, se alguém perguntar, eu não te disse isso.

  4. No verão, as temperaturas máximas na cidade podem chegar a 49 graus! É um calor seco, diferente de 49 graus na Bahia, por exemplo, então é bom levar isso em consideração. Se você pretende vir entre maio e setembro, não esqueça de colocar roupas leves, claras (não invente de usar um vestido longo e preto debaixo desse sol. Eu avisei!), e muito protetor solar na sua mala. No inverno e no outono as temperaturas são mais baixas e nas redondezas tem até neve, então traga casacos potentes e fique de olho na previsão.

  5. Voltando para o assunto sol: mesmo no inverno e outono, o sol aqui é bem forte, então protetor solar continua sendo essencial. Também recomendamos chapéus e óculos de sol para proteger os olhos. Aproveite para fazer composições diferentes!

  6. Mais uma dica sobre calor: as temperaturas mais altas ocorrem entre 15h e 18h, então aproveite para fazer atividades mais amenas nesse horário. Aproveite suas manhãs, que costumam ser mais fresquinhas!

  7. Pastoreio de ovelhas é uma coisa comum. Se você encontrar um terreno vazio e com grama, ele estará cheio de ovelhinhas seguindo seu pastor em pouco tempo. Eles costumam vir no final do dia e se recolher à noite.

  8. Os índices de violência em Marrakech são bem baixos, então você não precisa se preocupar com assaltos enquanto tiver tirando fotos ou com a câmera e o celular na mão. Ainda aconselhamos ficar de olho em seus pertences para não dar chance ao azar, mas não é algo comum de se acontecer.

  9. Fique atento na hora de tirar fotos, para não fotografar guardas, policiais ou populares sem querer. Também não tire fotos de entradas dos palácios do rei ou de locais que pertençam ao governo. Se um guarda ver, ele pode pedir para ver a foto e até pedir para você apagar. Não precisa se preocupar, eles são realmente gentis e educados, mas um puxão de orelha é um puxão de orelha e ninguém gosta de levar, então é bom tentar evitar.

  10. Sempre confira seu troco. Moeda por moeda. Vai por mim.

  11. Negocie sempre, mas negocie com calma. Dê um preço não muito mais baixo e vá baixando aos poucos. Se ele não chegar no seu preço, pode deixar o produto e sair da loja: oito em cada dez vendedores vão sair atrás de você e aceitar seu preço.

  12. Pesquise antes de comprar. Na medina, por exemplo, a variação de preço é bem grande.

  13. Se não tem interesse em comprar um produto, não entre na loja nem toque no produto. Se você pegar o item na mão, o vendedor pensará que você quer comprar e virá negociar com você. Sair dessa situação pode te gastar bastante tempo.

  14. Artistas de rua, treinadores de macacos e senhoras que fazem tatuagem de henna costumam ser muito insistentes: podem chegar colocando o macaco nos seus ombros, pegando suas mãos para tatuar e coisas parecidas sem que você sequer pergunte, mas você precisa ser firme. Mesmo que se sinta mal depois, não hesite em dizer “não”, se afastar e ser duro, se necessário. Não precisa ser francês ou árabe: eles vão entender a língua que você usar.

  15. Não acredite na lenda que diz que mulheres precisam usar burca. Aconselhamos a deixar roupas curtas ou decotadas para eventos noturnos em restaurantes descolados ou até para outros destinos, mas você pode se vestir como se sentir mais confortável. Inclusive com regatas.

  16. Não, você não vai aprender a se guiar na medina em 5 minutos. Nem em dois dias. Dependendo de sua capacidade de se orientar, talvez nem em um mês. Por isso, tenha sempre um guia autorizado com você.

  17. Se hospedar em riads dentro da medina tem seu encanto e não é pra menos: a experiência é incrível. Porém, o acesso pode ser complicado por causa de ruas estreitas (às vezes os carros não passam) e o labirinto que a medina pode ser. Nesse caso, uma agência de viagens é uma boa opção (olá, você vem sempre aqui?), ou você pode entrar em contato com o hotel e pedir para que eles te busquem no aeroporto e te guiem em segurança.

  18. Só peça para entrar nas mesquitas que permitem entrada de turistas e cobram por isso. Pessoas não-muçulmanas não têm autorização para entrar em boa parte delas, por questões de segurança e concentração: afinal, é uma área de oração e não de turismo.

  19. Também é normal encontrar marroquinos rezando em seus tapetinhos nas ruas. Não tire fotos nem atrapalhe, apenas deixe eles em paz.

  20. Muitos vôos vêm para Marrakech da Europa, inclusive com preços muito bons. Pesquise bem antes de viajar e se atente para as regras de cada companhia em relação a bagagem.

  21. Existem muitas outras cidades para se conhecer além de Marrakech. Rabat, Tanger, Fez, Essaouira, Meknes, Ifrane, Al Hoceima e o próprio deserto são opções ótimas. Por isso, programe-se para conhecer bastante desse país. E não quero me achar, mas a Marocco Imperial tem vários roteiros muito bons.

  22. Se você não costuma gostar de temperos (principalmente cominho), se prepare psicologicamente. A comida aqui é bastante temperada, mesmo não sendo apimentada como a indiana. Celíacos e intolerantes a lactose têm opções deliciosas, mas é melhor avisar o restaurante com antecedência. Veganos e vegetarianos também podem aproveitar, já que legumes e verduras são a base da alimentação.

  23. Reserve um espaço na mala para cerâmicas e tapetes. Marrakech tem muitas opções de lojas com cerâmicas e tapetes para todos os gostos e bolsos, com embalagem adequada para despacho.

  24. Por fim, a nossa melhor dica: Se você quer aproveitar as melhores coisas desse país, fala com a Marocco Imperial! Vamos te acompanhar 24h, ajudar a se guiar, comprar os melhores itens, comer coisas deliciosas, dar informações ótimas e oferecer todo o suporte que você precisar. Seja uma viagem para lazer sozinho, uma lua de mel, férias em família ou a trabalho, estamos sempre prontos pra te atender! Por isso, pegue nossos contatos e venha conversar!




0 comentário